back to top
Sábado, Maio 25, 2024

Novidades

Notícias Relacionadas

A Santa Luzia de Viana

A Santa Luzia de Viana – No alto do Monte que emoldura Viana do Castelo ergue-se o Santuário do Sagrado Coração de Jesus. Visível a quilómetros de distância, como que a dar as boas vindas a quem entra na cidade, o templo coroa a Princesa do Lima. Quem escolhe subir o monte recebe em troca um panorama arrebatador, onde o bucólico e verdejante vale se funde com a modernidade e o urbano da cidade, tudo acompanhado pelo vagar do rio Lima que desagua no Atlântico, onde quase conseguimos ainda ver as Caravelas que um dia partiram para os Descobrimentos – tudo num só local, tudo numa só vista.

O sublime da natureza alia-se ao engenho humano, com o Santuário a glorificar o Sagrado Coração de Jesus e Santa Luzia, advogada da vista e que mereceu o agradecimento do Capitão de Cavalaria Luís de Andrade e Sousa, depois de ter sido acometido de uma grave oftalmia. Na extinta capela de Santa Luzia, Andrade e Sousa pede à Santa que o ajude e, depois de recuperado, agradece-lhe, instituindo em Viana do Castelo a Confraria de Santa Luzia.

Para quem visita a cidade ou para os seus habitantes, subir o monte de Santa Luzia é sinal de uma experiência diferente e que deixará uma doce recordação da cidade. A somar à imponente obra eclesiástica, pode ainda passear pelo recatado jardim das Tílias, fazer um pick-nick no parque das merendas, e ainda subir ao zimbório, onde desfrutará de uma vista 360º.

Texto da Confraria de Santa Luzia: https://templosantaluzia.org/templo/

 

A Santa Luzia de Viana

#vianadocastelo #santuário #santaluzia #catholic

Fotos de Joaquim Rios

_____________________________________________________________________________________________________

Santuário de Santa Luzia…em obras de 2017

Apesar dos andaimes das obras de conservação em 2017, o magnifico Templo-Monumento de Santa Luzia não deixa de nos impressionar, quer pela dimensão, quer pelo detalhe do trabalho em cantaria de granito, como da sua peculiar arquitectura, que nos presenteia (na fachada principal e nas fachadas laterais) com três rosácea de grande dimensão sendo consideradas as maiores da Península Ibéria, e vistas do interior somos deslumbrados pelos seus vitrais, uma autêntica obra de arte.
O Santuário Diocesano do Sagrado Coração de Jesus, “ex-libris”” e cartão-de-visita da cidade de Viana do Castelo, está implantado no monte de Santa Luzia, de onde se descortina uma vista ímpar da região, que concilia o mar, o rio Lima com o seu vale, e todo o complexo montanhoso envolvente, panorama considerado o 3º melhor do mundo, segundo a National Geographic (1927).
Implantado no alto do Monte que emoldura a cidade de Viana do Castelo, o Templo-Monumento de Santa Luzia, é visível a quilómetros de distância, como que a dar as boas-vindas a quem entra na cidade.  Como muitos dizem, o templo monumento coroa a Princesa do Lima.
Quem escolhe subir o monte até ao templo recebe em troca um panorama arrebatador, onde o bucólico e verdejante vale se funde com a modernidade e o urbano da cidade, tudo acompanhado pelo vagar do rio Lima que desagua no Atlântico, onde quase conseguimos ainda ver as Caravelas que um dia partiram para os Descobrimentos – tudo num só local, tudo numa só vista.

Dedicado ao culto do Sagrado Coração de Jesus

O santuário dedicado ao culto do Sagrado Coração de Jesus, no alto do monte de Santa Luzia, foi projectado pelo arquitecto Miguel Ventura Terra. foi principiado em 1904 e concluído em 1959, por iniciativa da Confraria de Santa Luzia, entidade que tutela o monumento.
A sua instituição deve-se ao Capitão de Cavalaria Luís de Andrade e Sousa que, acometido de uma grave oftalmologia, recorre à extinta capela de Santa Luzia, advogada da vista, como forma de gratificar a graça recebida.
O templo apresenta planta na forma de cruz grega, com elementos em estilo neo-romântico, neogótico e bizantino, num gosto ecléctico e revivalista que marcou a viragem de século. O modelo foi importado de França, local de aprendizagem do arquitecto Ventura Terra.
No seu zimbório é possível admirar uma vista soberba de 360º sobre a região, considerada como uma das melhores do mundo.
Em termos artísticos, os vitrais das rosáceas foram executados em Lisboa, na oficina de Ricardo Leone. As rosáceas que os emolduram são as maiores da Península Ibéria. Os frescos que representam a Paixão e a Ascensão de Cristo, na cúpula, são da autoria de Manuel Pereira da Silva. Os dois querubins no altar-mor são de autoria do escultor Leopoldo de Almeida, e foram executados em mármore de Vila Viçosa pelos mestres Emídio Lima e Albino Lima. Os três altares (o principal e os dois laterais) em granito magnificamente trabalhado foram esculpidos por Emídio Lima, assim como os dois púlpitos.
Na fachada principal do templo destaca-se uma estátua do Sagrado Coração de Jesus, em bronze, de autoria do escultor Aleixo Queirós Ribeiro, datada de 1898, sendo esta anterior ao próprio edifício. O carrilhão é composto por 26 sinos.
“Quando não se tem aquilo que se gosta é necessário gostar-se daquilo que se tem.” – Eça de Queirós
(41°42’5.44″N 08°50’6.53″W) Monte de santa Luzia – Viana do Castelo – Minho – Portugal
Texto e foto com andaimes: ©Daniel Jorge https://www.facebook.com/fotos.djtc
Pode ser uma imagem de a Catedral de Guadalajara, a Basílica do Santuário Nacional da Imaculada Conceição e a Basílica do Sagrado Coração
A Santa Luzia de Viana
https://www.regiaodonorte.pt a sabedoria da nossa terra

Popular Articles