back to top
Quinta-feira, Junho 13, 2024

Novidades

Notícias Relacionadas

A Capela de Santa Catarina

A Capela das Almas ou Capela de Santa Catarina situada sensivelmente a meio da típica e concorrida Rua de Santa Catarina na Cidade do Porto, não deixa quem passa indiferente, pelo trabalho de azulejaria que cobre as suas fachadas.
Segundo alguns estudiosos a capela teve a sua origem numa antiga capela feita em madeira erguida em louvor de Santa Catarina. A construção do edifício que hoje existe remonta ao século XVIII, altura em que a Irmandade das Almas e das Chagas de São Francisco passou do Mosteiro de Santa Clara para a Capela de Santa Catarina.
Construída em inícios do Século XVIII, trata-se de um edifício que exibe uma grande simplicidade.
A porta, emoldurada e rematada por um frontão circular interrompido, abre-se ao centro da fachada principal. Sobre a porta existe um janelão também rematado por um frontão circular, onde podemos ver um vitral representando as almas, executado no terceiro quartel do século XIX, da autoria do pintor Amândio Silva.
No tímpano está um brasão bipartido com os atributos de São Francisco e de Santa Catarina, inserido numa cartela rematada por uma coroa fechada.
A torre sineira de dois andares ergue-se à esquerda separada por uma pilastra e coberta por uma cúpula encimada por uma cruz em ferro. O altar-mor e os altares da nave apresentam já características neoclássicas, sendo dedicados a São João e a Nossa Senhora da Conceição, à esquerda e Nossa Senhora de Fátima, Sagrado Coração de Jesus e Nossa Senhora das Dores, à direita. O retábulo do altar-mor que representa a Ascensão de Cristo é da autoria do pintor Joaquim Rafael.
No ano de 1801 a capela sofreu obras de ampliação e restauro que lhe modificaram o estilo original e, em 1929 as fachadas foram inteiramente revestidas a azulejos que imitam os do século XVIII.
Nestes painéis azulejares historiados, azuis e brancos, da autoria do ceramista Eduardo Leite e executados na fábrica “Viúva Lamego” em Lisboa, estão representados passos das vidas de Santa Catarina e de São Francisco de Assis.
Curiosamente, o autor misturou cenas da vida de Santa Catarina de Siena com as da virgem e mártir, Santa Catarina de Alexandria, que se destaca na fachada principal
(Informação retirada do Web-Site da Direção-Geral do Património Cultural)
(41° 8’59.41″N 08°36’20.43″W) Rua de Santa Catarina – Porto – Região Norte – Portugal
“O grau mais elevado da sabedoria humana é saber adaptar o seu carácter às circunstâncias e ficar interiormente calmo apesar das tempestades exteriores. “ – Daniel Defoe
A Capela das Almas ou Capela de Santa Catarina

Popular Articles